Calendário PIS 2020: veja como funcionará

O calendário PIS 2020 chegou e está com novas regras, considerado um dos principais programas trabalhistas, resolvemos não correr o risco e explicar cada detalhe para que você possa receber o seu benefício. Portanto não perca a leitura desse conteúdo, e fique por dentro do assunto.

Calendário PIS 2020

Para quem não sabe esse calendário é um dos principais guias consulta para que os trabalhadores privados conseguiram ter uma noção de quanto que será disponível o seu acréscimo financeiro.

Nos últimos anos estamos contando com muitos registros de mudanças que acabam influenciando nas datas pré-estabelecidas, então pensando em uma melhor organização e melhoria para os trabalhadores foi criado o calendário PIS 2020, desse modo a integração fica muito mais direta e rápida e todos os trabalhadores ficam cientes de quanto que o benefício será exercido como acréscimo de salário.

E ele ainda auxilia o trabalhador é se programar, para estar apto a receber esses valores anualmente e para isso é importante seguir alguns critérios pontos vamos ver se você está apto para o calendário PIS 2020? Afinal de contas somente aqueles que atenderem os pré-requisitos, se torna elegíveis para receber esse abono salarial.

O que é PIS?

Antes de falarmos sobre o calendário PIS 2020, é importante explicarmos o que é o PIS que é o Programa de Integração Social do governo federal, e um programa que foi realizado como uma forma de auxílio anual para os trabalhadores que trabalham de carteira assinada e assim possam receber esse pagamento.

Ele foi alisado como uma espécie de 14 salário, assim auxiliando todos os cidadãos a terem um maior poder aquisitivo financeiro para pagar as suas dívidas em atividade ou mesmo maiores compras no mercado.

É claro que como já dissemos anteriormente, existem regras para determinadas para o trabalhador se torna elegível para receber esse pagamento, primeiramente o trabalhador precisa ter um cadastro ativo para receber o benefício anualmente e esse cadastro é feito diretamente no fundo PIS PASEP o que é uma sequência de números que fica disponível na carteira de trabalho do trabalhador.

Existe diferença entre Pasep e Pis?

Sim existe, de uma maneira rápido PASEP 2020 ao programa de formação do patrimônio do Servidor Público ele e o PIS são interligados devido a contribuição que eles disponibilizam para o benefício do Trabalhador. Quem tem direito ao PIS são todos os trabalhadores de empresas privadas que possuem carteira assinada e quem tem direito ao PASEP são Funcionários Públicos.

Como saber se você tem direito ao PIS 2020?

Como já dissemos é necessário conter algumas regras, para que você se torne apto a receber o seu benefício do PIS e assim conseguiu se guiar pelo calendário PIS 2020. É necessário que você já tem o seu cadastro PIS 2020 ativo há mais de 5 anos, ou seja, você trabalha de carteira assinada no mínimo cinco anos. Você deve ter recebido no máximo dois salários mínimos ao mês em todo o seu tempo de contribuição dos últimos 5 anos precisa ter trabalhado de carteira assinada no mínimo 30 dias corridos no ano-base da sua carteira de trabalho.

Ou seja, se o calendário PIS 2020 é referente ao pagamento daqueles que trabalharam no ano-base de 2019, é obrigatório que você tenha trabalhado neste ano no mínimo 30 dias corridos e ter recebido no máximo dois salários mínimos por mês.

A empresa qual você presta serviço também possui uma função importante, ela deve informar todos os seus dados e a rais relação anual de informações sociais, que a testa todos os itens anteriores e assim e libera o trabalhador para o saque daquele ano.

E quem não tem direito ao PIS 2020?

Sim existem pessoas que não estão elegíveis para ter acesso ao calendário PIS 2020 e esse receber o benefício.

São aqueles que foram contratados por pessoa física em vez de empresas registradas como pessoa jurídica aqueles que possuem algum vinculativo com pessoa física, aqueles que trabalham sobre regime sem ser carteira de trabalho assinada mesmo que estejam com FGTS ativo aqueles que recebem mais do que dois salários mínimos mensais e por último aqueles que têm uma carga de trabalho reduzida, como um aprendiz legal.

E como funciona o calendário PIS 2020?

O calendário em forma de forma clara qual o mês que o trabalhador poderá fazer o saque do seu abono salarial pis-pasep e informado diretamente pelo mês de aniversário e as datas de disponibilidade e limites.

 

Ele faz também a relação daqui já tem uma conta corrente no banco Caixa Econômica Federal, que o banco escolhido pelo governo para realizar o pagamento dos benefícios informe a data que as pessoas estão aptas a fazer o recebimento com a relação da data de nascimento.

calendário PIS 2020

É importante você sempre se guiar pelo calendário PIS 2020 para quem não corro risco de perder a data para fazer o saque do seu benefício, lembrando que ele estará disponível somente a data vigente limite e após isso você poderá perder o seu valor.

Já existiu casos em que devido ao grande número de pessoas, a Caixa Econômica Federal junto com o governo e tem seus prazos referentes ao saque do benefício, mas é importante que você não fique aguardando isso acontecer e sim procure sempre cumprir datas pré-estabelecidas.

Como funciona o valor do PIS 2020?

Não importa qual o valor que o trabalhador receba mensalmente o, o valor do PIS 2020 e segue uma regra igualitária e assim o valor não muda.

Ele anda conforme a variação e a mudança de ano para ano novo salário mínimo ou seja é pago o valor do salário mínimo vigente no ano. Ou seja, R$ 1045 no máximo.

Aí é que entra a diferença do valor do abono, para você ter acesso o valor do PIS 2020 de forma integral é obrigatório que você tenha trabalhado um ano inteiro de carteira assinada, Ou seja, no mínimo 12 meses. Aqueles que trabalham período menor, acabam recebendo o valor do abono menor.

Aqueles que trabalharam:

  • Quem trabalhou de 30 a 40 dias recebe R$ 88;
  • Quem trabalhou de 40 a 70 Dias recebe R$ 175;
  • Quem trabalhou de 70 a 100 dias recebe R$ 262;
  • Quem trabalhou de senha 130 Dias recebe R$ 349;
  • Quem trabalhou de 130 170 Dias recebe R$ 436;
  • Quem trabalhou de 160 a 190 Dias recebe R$ 523
  • Quem trabalhou de 190 220 Dias recebe R$ 610;
  • Quem trabalhou de 220 a 250 Dias recebe R$ 697;
  • Quem trabalhou de 250 280 Dias recebe R$ 784;
  • Quem trabalhou de 280 310 Dias recebe R$ 871;
  • Quem trabalhou de 310 a 340 dias recebe R$ 958;
  • Quem trabalhou de 340 a 360 Dias recebe R$ 1045;

Caso você queira consultar o calendário PIS 2020 pela internet, é possível diretamente pelo site da Caixa Econômica Federal que é responsável pelos pagamentos.

E aí gostou do nosso artigo? Siga esse calendário e faça a relação do tempo que trabalhou e já saberá quanto que ele estará disponível o seu abono salarial.

Não esqueça de compartilhar esse conteúdo com seus amigos e deixá-los por dentro da época de saque.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *